Paz, Amor e Caridade

Seja Bem Vindo!

C.E.U.P.J.A.


Centro Espiritualista de Umbanda Pai Joaquim de Angola
Rua Macapa esq. c/ Pampulha N° 605 St. Urias Magalhães Goiânia - GO, Brazil

Horário de Funcionamento da Casa

Segunda Feira - 19:30hs - Consultas e Passes
Terça Feira - 20:00hs - Trabalho de Cura
Quarta Feira - 20:00hs - Estudos Doutrinários
Quinta Feira - 20:00hs - Desenvolvimento Mediúnico
Sexta Feira - 19:30hs - Trabalho de Desobsessão
Sábado - 16:00hs às 18:00hs - Mocidade Umbandista Obreiros de Pai Joaquim

domingo, 7 de outubro de 2007

Banho de Ervas ou Banhos de Descarrego

Banho de Ervas ou Banhos de Descarrego

Desde as mais remotas épocas, os banhos, como veículos de purificação, foram considerados parte integrante do sentimento religioso na Índia, onde multidões eram levadas a banharem-se nas águas do Ganges, para se purificarem.


Na umbanda, o uso dos banhos de descarrego depende do conhecimento do uso das ervas ou raízes, nas suas diferentes qualidades e finalidades.
Os banhos de ervas não podem ser tomados à revelia, sem autorização dos guias.
Os banhos de descarrego além de limpar o perispírito dos fluidos pesados, protegem e vitalizam a aura do médium.
Para uma boa comunicação, o médium deve estar higienizado também espiritualmente, daí a necessidade do banho de descarrego.
Os banhos de água de sal grosso, água do mar, água virgem, (dos rios e cachoeiras), somente devem ser tomados quando se estiver muito carregado de vibrações ou influências negativas, ou quando for recomendado por alguma entidade, visto ser este banho muito forte para se fazer uso constante dele.
Para o banho de 7 (sete) linhas, usa-se 1 (uma) planta de cada linha, observando a quantidade de 7 (sete) galhos ou folhas de cada planta.
Como preparar um banho de descarrego:Colher as ervas recomendadas dentro das necessidades de cada um. A quantidade de plantas, não deve exceder de 1, 3, 5, ou 7 galhos ou folhas de cada qualidade e em quantidades proporcionais. De posse das ervas necessárias, o médium deverá amassa-las e coloca-las em infusão em 1 ½ litro de água fervente, abafando-as na vasilha por cinco minutos.
Nunca ferver ou cozinhar as ervas, pois a infusão é mais positiva.
Deixe esfriar (mornar) a infusão.Primeiro tomar um banho normal e em seguida despejar a infusão, do pescoço para baixo, no sentido das costas para o peito.
Despejar o conteúdo do vasilhame com todos os resíduos, tendo o cuidado de não deixar sobre a pele nenhum bagaço. Não enxugar-se imediatamente, para não cortar a ação positiva da erva sobre o organismo.
O banho de Eliminação ou Descarrego destina-se à limpeza do perispírito, impregnado de vibrações pesadas. Os banhos vão depender da vibração original do Orixá guia ou protetor, que já está identificado com a entidade responsável pelo desenvolvimento do médium.
Ervas permitidas para banhos de descarga FLUÍDICA
Orixás:
Domingo – OXALÁ
2ª feira - SÃO MIGUEL (ALMAS BENDITAS)
3ª feira - IBEJIS (CRIANÇAS)
4ª feira - OXOSSI
5ª feira - OGUM
6ª feira - XANGÔ
Sábado -YEMANJÁ
Observação: Os Banhos só devem ser tomados quando prescrevidos ou autorizados pelos Guias da Casa.